crianças na internet

9 dicas de segurança na Internet para criança

Os adultos têm utilizado a internet com muita frequência, seja para acessar as redes sociais, trabalhar ou relaxar assistindo a algum filme ou série. No entanto, já se começa a ver crianças na internet e a preocupação com a segurança delas começa a aparecer.

Pensando nisso, preparamos este artigo para mostrar alguns dos problemas que podem ser enfrentados por crianças no ambiente virtual sem a devida supervisão dos pais, além de algumas dicas de como tornar esse ambiente seguro para elas. Boa leitura!

Quais são os perigos para as crianças na internet?

Por mais que seja um ambiente bastante livre e divertido, a internet pode esconder diversos perigos para crianças. Por isso, os pais precisam ficar sempre atentos ao que elas consomem.

Um dos problemas mais comuns envolvendo crianças na internet é o aparecimento de vírus no computador. Por acessar sites perigosos ou clicar em links suspeitos, programas maliciosos acabam infectando a máquina.

Deixar que crianças muito novas joguem games violentos também pode ser um problema, pois estão sendo expostas a um conteúdo inadequado para sua idade. Com jogos multiplayer, há problemas extras, já que pessoas mal-intencionadas podem tentar se encontrar com as crianças.

Ao mesmo tempo, é preciso deixar que o seu filho tenha autonomia para utilizar a internet, já que, quando maiores, precisam ter seus momentos de privacidade. Por isso, é importante ter conversas frequentes.

O que posso fazer para proteger crianças na internet?

Agora que você entendeu ao que as crianças podem estar expostas na internet e as consequências disso para seu futuro, é preciso tomar algumas medidas para que eles conheçam apenas o lado bom e seguro da web.

1. Instale o computador ou deixe a criança utilizar o celular em um local com visibilidade

É muito importante que, em caso de crianças pequenas, o computador e o celular sejam utilizados em locais nos quais os pais passam frequentemente. Desse modo, é possível ver o que seus filhos assistem e acessam.

Conforme o crescimento delas, poderão ter maior privacidade, já que saberão como agir em situações perigosas ou entrar em contato com você caso isso ocorra, procurando uma orientação.

2. Converse com seu filho sobre privacidade

Sempre que possível, converse com seu filho sobre privacidade e os perigos que a internet pode apresentar. Assim, ele terá uma maior autonomia para distinguir o que é certo do que é errado no mundo on-line.

Nem sempre os pais estarão presentes enquanto o filho utiliza a internet, por isso ele precisa estar preparado para lidar e evitar sozinho situações que podem lhe causar algum mal ou desconforto.

3. Tenha acesso a todas as senhas

Alguns aplicativos e contas nas redes sociais necessitam de senhas para garantir a segurança e evitar o ataque de hackers. Entretanto, é essencial que os pais tenham acesso a essas senhas para verificar o que os filhos fazem ou com quem conversam na web.

Muitas redes sociais proíbem que crianças menores que 13 anos criem uma conta justamente pelo fato de não conseguirem filtrar o que pode ser mostrado a elas. Então, evite que a criança tenha acesso a esses sites/aplicativos até que tenha a idade adequada.

segurança digitalPowered by Rock Convert

4. Verifique o histórico do aparelho com frequência

Celulares e navegadores da internet têm um histórico, no qual é possível ver todos os sites que foram acessados pelo usuário. Vê-lo com frequência mostrará o que seu filho está acessando na internet.

No caso de encontrar algo impróprio, é importante que se tenha uma conversa com a criança a fim de explicar por que aquilo é errado e que ele não deve acessar tais conteúdos novamente.

5. Imponha limites relacionados ao uso da internet

O uso excessivo da internet pode fazer mal para crianças, como ressecamento dos olhos ou fazer com que elas percam o sono caso fiquem a noite toda no computador ou celular. Por isso, imponha limites de horário.

Delimite que a criança só poderá utilizar o celular depois de realizar as atividades escolares ou durante um certo período de tempo. Assim, ela poderá realizar seus deveres e não se viciar.

6. Ensine a criança a não clicar em links suspeitos

Por serem chamativos, muitas crianças clicam em links e baixam arquivos sem querer ou achando que são algum tipo de jogo. Ao fazer isso, o computador poderá ser infectado com vírus.

Para evitar esse problema, ensine-a a não clicar em links e a só fazer downloads com a sua autorização. Além de evitar os malwares, você terá maior controle sobre o que seu filho faz no celular ou computador.

7. Instale filtros de conteúdos

Filtros de conteúdos são aplicativos ou extensões de navegador que ocultam certos tipos de conteúdos, impedindo que o usuário veja fotos ou vídeos que não sejam apropriados para ele.

Por conta da imprevisibilidade do que pode ser encontrado on-line, os filtros aparecem como uma forma de garantir que seu filho veja apenas coisas adequadas a sua faixa etária.

8. Baixe aplicativos de segurança

Nas lojas de aplicativos e em sites de downloads confiáveis, é possível encontrar diversas opções de programas e aplicativos que garantam a segurança de seu filho mesmo quando você estiver distante.

Em um deles, é possível acompanhar o que as crianças compram na internet, além de estabelecer limites de horário para o uso e até mesmo localização GPS para que ele não se perca.

9. Interaja com seu filho

Não utilize a internet apenas como uma forma para que você não tenha que distraí-lo. Interaja com a criança e o computador/celular, jogando com ela games educativos ou vendo vídeos divertidos, educativos e que sejam adequados para sua idade.

Desse modo, além de garantir que a criança está segura on-line sem a necessidade de conflitos, vocês poderão passar um ótimo tempo juntos, fortalecendo os laços familiares.

Ao entender os perigos das crianças na internet e conhecer algumas dicas de como garantir a segurança delas, você conseguirá fazer com que seus filhos se divirtam mais on-line e estejam sempre seguros.

Gostou do texto? Então, compartilhe em suas redes sociais e ajude outras famílias a utilizarem a internet com segurança!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.